facebook

Ninja Escape Room | Um passeio diferente em Curitiba!!

A história dos Escape Rooms começa com jogos de computador chamados “jogos de escape”. Estes jogos digitais desafiavam os jogadores a solucionar puzzles e descobrir códigos para “escapar” de uma sala virtual.

Os primeiros Escape Rooms surgiram no Japão em 2007, pela empresa SCRAP, como uma forma de trazer imersão para o mundo real, com inspiração em jogos de computador no estilo de apontar e clicar, iniciado pelo jogo Crimson Room, no qual através de cliques no mouse, o jogador deveria descobrir qual a forma de fugir de uma sala. A primeira sala fora da Ásia foi inaugurada na Hungria em 2011, empresa Parapark, e em 2012, a SCRAP abre uma franquia nos Estados Unidos, difundindo essa forma de entretenimento pelo mundo.

Os Escape Rooms físicos são ambientes imersivos onde as equipes são colocadas em uma sala e têm que usar elementos dentro desse espaço para resolver uma série de enigmas, puzzles, encontrar pistas e completar tarefas em um tempo limitado para “escapar” da sala. A experiência é um ótimo exercício de team buildingcomunicação e resolução de problemas.

Com o tempo, as empresas começaram a perceber o potencial dos Escape Rooms para o desenvolvimento de competências profissionais. Aqui estão algumas razões pelas quais os Escape Rooms se tornaram ótimas ferramentas para capacitação de colaboradores:

  1. Team Building: Os escape rooms são, por natureza, experiências de grupo. Elas exigem que os membros da equipe trabalhem juntos para alcançar um objetivo comum, o que pode fortalecer o espírito de equipe e melhorar a comunicação interna.
  2. Resolução de Problemas e Pensamento Crítico: Estas atividades incentivam os jogadores a pensar de forma criativa e a resolver problemas sob pressão, habilidades valiosas no ambiente de trabalho.
  3. Gerenciamento de Tempo: Com o relógio correndo, os participantes precisam gerir seu tempo de forma eficaz para resolver os enigmas antes que o tempo acabe, o que pode melhorar a capacidade de trabalhar com prazos e sob pressão. Além disso, serve como um trabalho de percepção de quando é necessário pedir dicas nos momentos propícios para que consigam resolver um enigma, mais complexo, e completar o desafio antes do tempo acabar.
  4. Atenção aos Detalhes: Os jogadores precisam prestar atenção aos menores detalhes para descobrir pistas e a solução dos puzzles, o que pode aprimorar a habilidade de observação e atenção aos detalhes além de propiciar momentos em que é importante pensar fora da caixa ou de uma perspectiva diferente para a solução de algum enigma.
  5. Adaptação e Flexibilidade: As salas de escape muitas vezes apresentam cenários inesperados, o que obriga os jogadores a se adaptarem rapidamente a novas informações e mudanças de cenário.
  6. Liderança e Gestão de Pessoas: Em muitos casos, emerge uma liderança natural durante o jogo, o que pode ser um bom indicativo do potencial de liderança dos colaboradores e de como eles gerenciam o trabalho em equipe. Possibilita também verificar a dinâmica da equipe em jogo, se os colaboradores conseguem ouvir uns aos outros e também transmitir suas ideias.

Portanto, os Escape Rooms oferecem uma plataforma dinâmica e interativa para treinamento e desenvolvimento profissional, ao mesmo tempo que proporcionam uma atividade divertida e memorável que pode aumentar a moral da equipe e a coesão do grupo. Muitas empresas hoje em dia utilizam Escape Rooms personalizados para abordar desafios específicos de sua equipe ou para reforçar aprendizados de treinamentos mais formais.

Contem com a Ninja Escape Room para trazer essa experiência incrível para a sua empresa e capacitar seus colaboradores de forma dinâmica e divertida!

Saiba mais sobre as ações corporativas da Ninja Escape Room

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir bate-papo
Enviar uma mensagem
Olá 👋
Posso te ajudar?